APLICATIVO: notícias e informações salesianas do nordeste e do mundo na sua mão

Nossa inspetoria tem um aplicativo disponível na Apple Store e na Google Play... “...

VISITA DE CONJUNTO: “REGIÃO CONE-SUL ”

Entre os dias 20 e 26 de março de 2017 foi realziada em Ypacaraí, no Paraguai

NNordeste sedia reuniões nacionais da AJS e da CNPJS

Foram realizada em Jaboatão no início de março as reuniões do Conselho Nacional da AJS e da Comissão Nacional de Pastoral Juvenil. O P. Daniel García, do dicastério da PJS participou...

Estreia do Reitor-Mor 2017

Disponível o texto e o vídeo na versão em lingua portuguesa...

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Profissões Perpétuas no nordeste

Entre os dias 22 e 28 de janeiro a Inspetoria Salesiana do Nordeste realizou seu Retiro anual, na Colônia Salesiana. Na ocasião, na noite do dia 27, todos salesianos de votos temporários renovaram suas profissões. Já no Sábado, dia 28, foi a vez das profissões perpétuas de cinco salesianos: Carlos Alberto, Francisco Ataíde, Magno Xavier, Maurício Lima e Renato Jorge. A Cerimônia foi presidida pelo inspetor, P. Nivaldo Pessinatti, como representante do Reitor-Mor.

Fotos no Facebook da Inspetoria


Veja o texto dos Agradecimentos, escrito e lido ao final da Celebração pelo Salesiano Renato ,  representante da turma:


Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi”. (Jo 15,16)

Queridos e amados irmãos e irmãs, bom dia!
A nossa turma escolheu como lema para nossa profissão solene a passagem bíblica de João 15, 16 “não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi”. 
Meus caros amigos, de fato, não somos nós que escolhemos a Deus, porém é ele que nos escolhe. Na nossa pequenez, cabe a disponibilidade da resposta, afinal é valido recordar os primeiros apóstolos, os santos, o nosso pai fundador e tantos outros homens e mulheres que declararam seu SIM por amor a Deus e à Igreja. Não temeram, pois creram verdadeiramente na presença preciosa de Deus.
Ah, sim, meus queridos irmãos e irmãs, encontrem-se os nossos corações, confiantes em Deus. Somos cientes das nossas limitações das dificuldades que enfrentaremos, entretanto, sabemos que, antes de tudo, não estamos sozinhos. Cremos que o Senhor dá Vida, dá-nos a coragem para enfrentar e vencer as barreiras do dia a dia. Cremos que o Senhor nos dá irmãos para nos assistir a fim de respondermos com coerência ao projeto do Reino. Cremos que o Senhor da vida nos proporciona uma comunidade para que testemunhemos radicalmente os conselhos evangélicos.
Família salesiana, contamos com as suas orações para sermos fiéis a essa missão que Deus nos concedeu, de modo que esta celebração solene não seja um compromisso somente nosso, como de todos, pois, quais cristãos batizados, somos convidados a sermos testemunhas do amor inesgotável de Deus. Ser Igreja é, por fim, caminhar, é superar as dificuldades, é alegrar-se juntos! Ser Família Salesiana é colaborar na missão uns dos outros, pois não podemos cair na cultura da indiferença em que, muitas vezes, somos atingidos num contexto de que cada um segue o próprio destino. Sejamos, então, portadores da infinita misericórdia de Deus-Pai.
Em nome da turma que hoje professa publicamente os votos solenes, quero primeiramente agradecer a Deus pelo chamado que nos fez a fim de colaborar no anúncio evangélico.
Externamos o nosso mais profundo agradecimento à Congregação Salesiana - de forma especial à Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil - na pessoa do padre Inspetor Nivaldo Pessinatti, somos gratos pela formação humana e cristã que a congregação nos oferece e a convivência fraterna dos salesianos em nossas vidas. Aos formadores que nos acompanharam e continuam acompanhando-nos, nossa gratidão. Assim podemos expressar com alegria aquilo que nos reza o art 49 das nossas constituições: viver e trabalhar juntos é, para nós salesianos, exigência fundamental e caminho seguro para realizarmos a nossa vocação.
Juventude salesiana, obrigado por serem os termômetros de nossas vocações. Graças a vocês sentimos nos nossos corações que aqui é a congregação na qual devemos seguir. Não imaginam o que fazem no coração de um religioso ou de uma religiosa salesiana, já que impulsionam a gente a estudar, a rezar, a doar-nos por inteiro. O pai fundador São João Bosco afirmava: não basta que os jovens saibam que são amados, mas que se percebam amados. Meus caros jovens, a nossa missão somente tem sentido porque acreditamos em vocês. Rezem por nós para que continuemos entusiasmados por esta missão. Contamos com vocês!
Agradecemos aos familiares, que sempre acreditaram, rezaram pelas nossas vocações. Obrigado por estarem sempre ao nosso lado, pelas palavras de incentivo, por saber que construímos um alicerce seguro nesta vida. A família salesiana mantém uma tradição de garantir que, quando um jovem sai da casa de seus pais, Nossa Senhora e Jesus ocupam-lhe o lugar. Podem crer na certeza de que é verdade, pelo que Nossa Senhora e Jesus fizeram grande diferença em nossas famílias. Mais uma vez, o nosso muito obrigado.
Mais uma vez, agradeço a Deus pelo dom da vida, e a todos os grupos da família salesiana que nos acompanharam e persistem acompanhando-nos neste processo de amadurecimento nos caminhos de Deus. Acrescento de forma especial com muito carinho e respeito a minha gratidão as Filhas de Maria Auxiliadora, que enriquecem a Família Salesiana com o seu carisma, anunciando e testemunhando o amor de Deus aos jovens de nossa sociedade. Somos conscientes de nossos limites humanos, porém, com a graça de Deus, esperamos expressar como o salmista “completai em mim a obra começada” (Sl 137,8).
Que a Virgem de Dom Bosco cubra-nos com o seu manto de amor, que Nosso Senhor Jesus Cristo confirme nosso Sim, configurando-nos, cada vez mais, a Ele. Louvo a Deus pela Congregação Salesiana e pelo Espírito de Dom Bosco, que vive em cada salesiano espalhado pelo mundo.

Nunca, mais uma vez, sobra repetir o mais sincero obrigado!!!

sábado, 28 de janeiro de 2017

Especial de janeiro: COLONIAS DE FÉRIAS

A Pastoral Juvenil Salesiana da nossa inspetoria realizou suas tradicionais Colônias de Férias \
Foram mais de 25 localidades que vivenciaram um itinerário de educação à fé por meio das Colônias de Férias durante o mês de janeiro, entre elas as cidades de Picos, no Piauí; Petrolina, Gravatá e Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco; Grossos, Tibau e Areia Branca, no Rio Grande do Norte; Aracajú, em Sergipe; Fortaleza, no Ceará; e João Pessoa, na Paraíba.
Com o tema “No pátio da vida, nascemos como família”, as colônias reúnem centenas de crianças e adolescentes em atividades educativas, de recreação e pastorais. Todas são realizadas voluntariamente pelos jovens das presenças locais e pelos membros das comunidades.
Fotos, vídeos e notícias podem vistos pelo Facebook, na página da Inspetoria Salesiana do Nordeste (www.facebook.com/sdbbre)
Veja abaixo o Relatório no Noviço Amós Santiago contando a experiência no Piauí, mas que representa o espírito e a missão deste projeto salesiano e o relato da já tradicional Colônia de Férias em Aracaju. 

Colônia de Férias Salesiana em Picos/ PI

A sociedade brasileira, bem como também a humanidade como um todo, tem se transformado de forma inegável e rápida, seja no campo do pensamento ou no da tecnologia. Tais mudanças perpassam por todas as camadas e formas de conhecimento, atingindo e modificando todos os setores humanos, desde a estética material até a forma humana de se relacionar. Ao centro disso, nitidamente se aponta a influência e a transformação da célula da família, que termina por ser o começo e o fim de toda e qualquer composição social. Tudo o que diz respeito à composição familiar chega a afetar todo e qualquer indivíduo, independentemente da classe social ou da condição em que ele se encontre.
No entanto, neste vertiginoso desenvolvimento, são muitos os golpes que tem atingido a célula familiar, seja através dos diversos tipos de crises que o mundo atravessa ou mesmo a decadência dos valores humanos, o desrespeito aos direitos, a violência e a intolerância, a imoralidade e uma infinidade de agentes que, sem precedentes, parecem arquitetar a ruína dos valores familiares. Os frutos desses ataques são famílias desestruturadas, sofrimento e sujeição, mazelas sociais, indivíduos desnorteados, o que faz com que muitos se sintam abandonados, esquecidos no desamor e no desespero.

Toda essa exposição leva a crer que está sendo desacreditado o valor da instituição família. “A família é um bem de que a sociedade não pode prescindir, mas precisa ser protegida. A defesa destes direitos é um ‘apelo profético a favor da instituição familiar, que deve ser respeitada e defendida contra toda agressão’...” (Papa Francisco, na exortação apostólica Amoris Laetitia, art.44, 2016). Mais do que os valores financeiros e mercadológicos, o valor da família é um bem imensurável e insubstituível, e nisso se justifica toda a relevância de se reforçar sua defesa e se investir na conscientização desta temática nos dias de hoje.

Neste sentido, imbuídos do ardor que brota do carisma salesiano, o mesmo ardor que moveu Dom Bosco a viver e trabalhar pela juventude, os formandos da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil, juntamente com a comunidade da Paróquia de São Francisco de Assis e demais colaboradores da cidade de Picos – Piauí, realizaram uma Colônia de Férias, uma junção de ações evangelizadoras, educativas e lúdicas em um dos bairros da cidade de Picos – PI, a saber, o bairro Parque de Exposição.
Sendo proposto um itinerário educativo-pastoral marcado por uma pedagogia própria herdada do Pai e Mestre da Juventude, e com o tema “No pátio da vida, nascemos como família - ‘O amor jamais passará ’ (cf. 1 Coríntios 13), mais de cento e vinte crianças e adolescentes foram acolhidos e estimulados na construção de laços com aqueles com os quais se convive e se partilha a existência. Tratando exclusivamente do amor e uma gama de sentimentos que volteiam a relação familiar, a colônia de férias envolveu e desenvolveu o aludido tema de forma crítica e realista. Atendendo-se, outrossim, ao apelo que faz Reitor-Mor da Congregação Salesiana em sua Estréia 2017 - “Somos família! Cada casa, uma escola de vida e amor”, buscou-se fortalecer a experiência da família como a primeira escola, lugar do amor e promoção da vida.

Através da vivência de propostas muito relevantes que vão desde a ludicidade, a reflexão, a mística, a percepção da fé cristã e do carisma salesiano, até a valorização da família, a segunda colônia de férias dos Salesianos de Dom Bosco no Piauí consistiu numa programação repleta de atividades para os pequeninos. Estendendo-se do segundo dia de janeiro até o dia sete do mesmo mês, contando com a colaboração e o voluntariado de muitos, em tudo se tangenciou a temática da família, a fim de conquistar os meios benéficos para que os participantes fossem felizes no tempo presente e na eternidade. Segue em suma a descrição das ações realizadas.

O primeiro dia foi marcado pela abertura festiva. Concentrados em um local estratégico do bairro Parque de Exposição, as crianças, que já haviam sido inscritas na colônia desde o final do mês de dezembro de 2016, partiram em caminhada. Com faixas, imagens de Dom Bosco, da Sagrada Família e todo o colorido de quem anuncia uma grande alegria, percorreram uma das principais avenidas do bairro, até chegarem ao destino, a Igreja de Santa Bárbara, na qual residem as Irmãs da Congregação de São José de Concórdia, colaboradoras da colônia de férias. Lá chegando, além dos voluntários, as crianças, jovens e seus familiares puderam participar da Celebração da Palavra coordenada pelos dois formandos salesianos responsáveis pela colônia de férias. Com oração se iniciou o que seria vivido na oração!

Os dias seguintes a este marco inicial foram intensamente vividos, com alegria e entusiasmo. As crianças e jovens eram recebidos logo cedo no momento do “bom-dia” temático, com muita animação, cantos e dinâmicas protagonizadas por jovens voluntários. No meio da manhã, passariam a ser divididos em grupos a fim de participarem de oficinas diversas, a saber: artes cênicas; desenho e pintura; música e coral; artesanato e reciclagem. Tudo permeado pela oração, o alimento da alma, sem faltar também o alimento material que garantiria a energia da meninada. Os espaços utilizados seriam da organização sem fins lucrativos denominada Casa Aliança, uma obra social que funciona como um oratório quotidiano, ligada à paróquia e fundada por missionários italianos no bairro Parque de Exposição.

Além das atividades mencionadas acima, a semana guardaria momentos e participações muito especiais como oficinas de origami, brinquedoteca para as crianças, aula de dança para adolescentes, aula de dança para as mães dos participantes e momentos de formação com convidados muito especiais que, representando pais, mães, irmãos e avós, ajudariam a tratar do tema geral para os participantes da colônia. Dentre as presenças especiais, vale a pena relatar a visita do atleta paralímpico Luís Carlos Cardoso, campeão mundial de canoagem. Natural de Picos – Piauí, o atleta, que em 2016 participou das Paralimpíadas no Brasil e estava na cidade passando férias com a família, falou às crianças e jovens da colônia sobre sua história de vida até conquistar suas vitórias e medalhas, protagonizando um bate-papo, um excelente momento de motivação e superação.

Um outro momento forte da colônia de férias foi a chamada “noite da família”, uma ocasião planejada pelos organizadores da colônia a fim de melhor promover o tema da família. Na noite do dia 5 de janeiro, num local à parte, fora realizado este agradável momento, para o qual todos os familiares dos inscritos na colônia foram convidados. Iniciando com uma formação ministrada por três casais da Pastoral Familiar da Diocese de Picos, a noite da família também contou com a participação de jovens paroquianos que, além de realizarem um “teatro de sombras” sobre o tema família, protagonizaram uma adoração a Jesus no Sacramento Eucarístico. A noite da família ainda contou com sorteio de cestas básicas, lanche e um bazar solidário em prol da colônia de férias.

Todavia, as surpresas não pararam por aí. A sexta-feira, 06 de janeiro, ainda foi marcada pela presença do Padre João Carlos Ribeiro Sdb, vice-inspetor da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil, que veio a Picos no intuito de visitar os trabalhos da segunda colônia de férias. Não obstante, o dia do sábado foi ainda momento de júbilo e festa, sendo um dia de lazer e banho de piscina, animação e um almoço para as crianças e jovens participantes, além da confraternização dos voluntários da colônia de férias. Vale ressaltar que ao final de cada dia da semana, sempre aconteceu a avaliação do dia, onde todos puderam opinar sobre o andamento da ação e buscar melhorias no trabalho.

Como conclusão dos trabalhos e como momento de ação de graças, a 2ª Colônia de Férias dos Salesianos de Dom Bosco no Piauí culminou na noite de 07 de janeiro de 2017, com a Santa Missa presidida pelo Padre João Carlos Ribeiro Sdb, concelebrada pelo administrador paroquial da Paróquia de São Francisco de Assis, o sacerdote diocesano Pe. Sebastião Santos. Tal conclusão foi uma ocasião muito especial de se congregar ao redor da Mesa Eucarística todos aqueles que bem vivenciaram o projeto colônia de férias, tornando-se, por fim, uma grande festa da família.

Em tudo o que foi vivenciado, foi dado o devido louvor ao Deus que desejou este projeto e certamente interviu com sua Divina Providência e Misericórdia. No que diz respeito aos organizadores e todos os cooperadores desta ação, resta uma profunda gratidão por toda e qualquer colaboração, no desejo oracional de que sejam todos alcançados pelas copiosas bênçãos recompensadoras do Senhor Jesus Cristo. Aos pequeninos participantes e seus familiares, fica a alegria do Espírito Santo e a esperança de que estas terras piauienses ainda sejam celeiro das boas sementes dos filhos de Dom Bosco.

Amós Santiago de Carvalho Mendes


COLONIA DE FÉRIAS EM ARACAJU



Foi realizada entre os dias 09 a 14 de janeiro mais uma edição da Colônia de Férias no Colégio Salesiano Aracaju. Juntamente com a proposta da Pastoral Juvenil Salesiana, a colônia propôs o tema “No pátio da vida, nascemos como família”, com a finalidade de apresentar às crianças a riqueza de fazer parte da grande Família Salesiana, espalhada em todo mundo. Participaram das atividades da colônia cerca de 150 crianças e jovens.
Ao longo da colônia, a juventude salesiana se reunia para dar início ao "Boa Tarde", onde faziam orações, ouviam e assistiam ao teatro com os ensinamentos de Dom Bosco. Em seguida, todos eram convidados a se dirigir para suas oficinas; após era oferecido um lanche reforçado (todos doados pelos benfeitores do oratório), em seguida praticavam e aprendiam diversos esportes e brincadeiras - sempre auxiliados pelos professores do colégio, monitores do Grupo Dom Bosco Jovem e Auxilia e equipe de pastoral.

NOTA: A Pastoral Juvenil da Inspetoria Salesiana do Nordeste do Brasil (BRE) vem mobilizando, desde 2005, as chamadas “Colônias de Férias” salesianas. A proposta proporciona a centenas de crianças e adolescentes, principalmente de baixa renda, a oportunidade de vivenciar, durante o recesso escolar, atividades de caráter cultural, de lazer e claramente pastoral.



Por: Andreza Nonato

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Curso para Profissão Religiosa Perpétua 2017 realizado em Barbacena


Entre os dias 13 e 26 de janeiro de 2017, é realizado em Barbacena (MG), o Curso de Preparação para a Profissão Religiosa Perpétua para 11 salesianos de quatro inspetorias do Brasil: Belo Horizonte, Campo Grande, Recife e São Paulo. Todos eles são estudantes do segundo ano de teologia no Instituto Pio XI de São Paulo (SP).
Atendendo às exigências da Congregação Salesiana, o encontro responde ao que afirma o artigo 117 das Constituições: “[…]. O irmão faz a profissão perpétua quando tiver atingido a maturidade espiritual salesiana requerida pela importância de tal escolha. A celebração deste ato é precedida por um tempo conveniente de preparação imediata e acompanhada pela atenção fraterna da comunidade provincial. A profissão perpétua faz-se ordinariamente seis anos depois da primeira profissão”. Por isso, o curso conta com momentos de espiritualidade, de estudo mais aprofundado sobre a vida religiosa consagrada salesiana e de integração fraterna.
Neste ano, assume a função de coordenar o encontro o padre Gilson Marcos da Silva, da Inspetoria de Porto Alegre, auxiliado pelo salesiano Denis Dutra Marques, estudante de Teologia da Inspetoria de Belo Horizonte.
Antonio Neto, SDB

20 de janeiro de 2017: 115 anos da Inspetoria São Luiz Gonzaga




Os Salesianos de Dom Bosco estão presentes na região nordeste do Brasil desde 1894. No entanto, só foi possível constituir-se como inspetoria em 20 de janeiro de 1902, quando foi fundada e obteve sua constituição canônica, recebendo o nome de Inspetoria Salesiana São Luiz Gonzaga.

Veja esta síntese histórica preparada pelo profesor Luis Oliveira que está em nossos arquivos inspetoriais

TEXTO




sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

Paróquia de Matriz de Camaragibe celebra seu padroeiro

Matriz de Camaragibe, no interior de Alagoas celebra seu padroeiro: Senhor Bom Jesus.


De 23 de dezembro de 2016 a 01 de janeiro de 2017 foi realizado o novenário da festa do Senhor Bom Jesus, padroeiro do município. O tema escolhido este ano foi: "Verdadeiramente, o Senhor Bom Jesus é o Filho de Deus! (Cf. Mc 15,39b).,
No já tradicional palco montado ao lado da Igreja Matriz, local escolhido para as Celebrações Eucarísticas e assim melhor atender a todos que com muita alegria, fé e devoção estiveram presentes nas noites do novenário.
Toda a festa foi transmitida pela Rádio Comunitária Matriz Fm e pela Pascom com transmissão on line na página oficial da Paróquia no facebook.
As Celebrações Eucarísticas foram presididas por Pe. Marcos Antonio, sdb (pároco da cidade), Pe. Sérgio Aquino (Vigário Paroquial), padres convidados das cidades vizinhas: Roniel Ferreira da Silva (pároco de Porto Calvo) e. Pe. Josemir José da Silva (pároco de Porto de Pedras), padres salesianos convidados: Pe. Bernado Roana, sdb., (ex-pároco da cidade), Pe. João Carlos Ribeiro,sdb., Pe. Fábio José de Farias Leite, sdb e Herison Leandro da Silva Cavalcanti,sdb.,  pelo Arcebispo de Maceió Dom Antonio Muniz, OCarm., e o Bispo de Penedo Dom Valério Breda, sdb., sempre animadas por corais da paróquia: Bom Jesus, Alfa e Ômega, Santa Luzia, Coral CCC, N.S. Auxiliadora, Vozes Celestes e  Santa Cecilia.
As diversas pastorais e movimentos da Paróquia tiveram participação como Noiteiros ou animadores das noites durante o novenário.
Um dos momentos mais aguardados pelos devotos era a saída das imagens da Igreja Matriz para o palco onde seriam realizadas as celebrações Eucarísticas. Tocar nas imagens ou até mesmo poder leva-las ao altar é o desejo/sonho de muitos devotos. “Não tem como explicar, é uma sensação de alegria, é entrar em êxtase” palavras de Andécia integrante do ECC e Pascom.
Segurar o Bom Jesus, as pessoas tocando n’Ele. É uma bênção que nunca vou esquecer”. Palavras de Gal integrante da Pascom.
Não tem como explicar, é uma sensação única, posso ficar aqui falando que não vou conseguir explicar o que sentimos, a alegria não tem como descrever”. Palavras de D. Nem integrante do ECC e da Pastoral Familiar.
Após as celebrações Eucarísticas, foram realizados shows no coreto da Praça Bom Jesus que fica em frente à Igreja Matriz, que de maneira especial contou com atrações da cidade, como Casa Nova (banda formada por jovens católicos), Jaefferson (jovem católico integrante do Coral Santa Luzia), apresentação do alto de Natal Emannuel com a Cia de Teatro e Dança do CJDB (jovens católicos que são voluntários no Oratório do Centro Juvenil Dom Bosco), a apresentação do Pastoril Filhas de Maria e o conjunto de flauta doce e da Filarmônica Bom Jesus que são frutos do trabalho salesiano em Matriz. O Show de Padre João Carlos Ribeiro no pátio do mercado no dia 28/12 e a tradicional Cavalhada do Senhor Bom Jesus, que aconteceu no dia 30/12.

Outro momento marcante e esperado da festa é à saída das imagens para o tradicional banho de perfume no dia 31 de dezembro, as imagens passam parte desse dia na casa de uma família da cidade (de onde sai à bandeira para o inicio dos festejos) sempre acompanhada pela Filarmônica Bom Jesus e por diversas pessoas.
E no dia 1º de janeiro: a grande festa do padroeiro Senhor Bom Jesus, que começa com a missa solene às 10h da manhã e na parte da tarde às 16h a tradicional procissão pelas ruas da cidade, as imagens saem seguidas por milhares de fiéis que com fé e alegria cantavam os louvores ao Bom Jesus e recepcionadas por centenas de fieis as ruas/esquinas por onde passavam.
Seu Jorge, devoto vindo do interior de Pernambuco nos disse “Tem mais de 20 anos que venho aqui pra ver o Bom Jesus, nunca perdi uma procissão, mesmo com dificuldade eu venho!”.
Esse ano foi difícil pra chegar aqui, perdi a missa das 10h, venho de Recife tem muitos anos que não perco a procissão, vou ficar até o fim, vou assistir a missa que tem depois e volto pra casa bem satisfeito”. Palavras de um devoto.
Após a procissão por volta das 17:15h, deu-se inicio a Celebração Eucarística presidida por Padre Marcos Antonio, sdb., acompanhada por centenas de fiéis que lotavam a praça Bom Jesus.
Os festejos se encerraram às 00:00h do dia 1º com a descida/arreamento da bandeira.
Ainda em clima de festa, no dia 08\01 há o tradicional leilão de animais e prendas do Senhor Bom Jesus.

Mais informações, fotos e vídeos em www.facebook.com/senhorbomjesusparoquia,

Verdadeiramente, o Senhor Bom Jesus é o Filho de Deus! (Cf. Mc 15,39b)


Fonte: Pascom Senhor Bom Jesus