APLICATIVO: notícias e informações salesianas do nordeste e do mundo na sua mão

Nossa inspetoria tem um aplicativo disponível na Apple Store e na Google Play... “...

VISITA DE CONJUNTO: “REGIÃO CONE-SUL ”

Entre os dias 20 e 26 de março de 2017 foi realziada em Ypacaraí, no Paraguai

NNordeste sedia reuniões nacionais da AJS e da CNPJS

Foram realizada em Jaboatão no início de março as reuniões do Conselho Nacional da AJS e da Comissão Nacional de Pastoral Juvenil. O P. Daniel García, do dicastério da PJS participou...

Estreia do Reitor-Mor 2017

Disponível o texto e o vídeo na versão em lingua portuguesa...

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Natal // Festa da Comunidade integra colaboradores da família salesiana


A comunidade educativa dos colégios Salesiano São José e Dom Bosco se reuniu para um dia de confraternização no último sábado (27) durante a Festa da Comunidade. Realizada anualmente o evento tem como objetivo reunir todos os colaboradores dos setores administrativo, pedagógico e de apoio para um momento festivo e de atividades recreativas. Este ano, o evento foi realizado no Jiqui Country Clube, em Nova Parnamirim.

Padre Mauro, diretor da instituição, iniciou a Festa com a celebração eucarística – concelebrada pelo padre Thiago Nunes – onde ressaltou em sua homilia a importância da espiritualidade salesiana para todos os colaboradores, além de destacar a presença constante de Dom Bosco na rotina pedagógica dos  dois colégios.

Ainda durante a missa foram entregues as homenagens aos “Funcionários do Ano”. A escolha destes acontece mediante votação dos demais colaboradores da instituição. Vinícius Emanuel, do setor de TI, e professora Givênia, do Fundamental I e II, foram os homenageados do São José.

A continuidade do evento se deu com o café da manhã coletivo e as atividades recreativas envolvendo ambas as casas. Destaque da diversão ficou por conta do touro mecânico e do futebol de sabão.


Vários funcionários foram contemplados com prêmios nos sorteios realizados. Um saboroso almoço e um bingo divertido encerraram com chave de ouro a Festa da Comunidade.

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

RECIFE: Isabel Parolin debate aprendizagem na Era Digital na Escola de Pais

           
Imediatistas! – Quem nunca ouviu dizer que a nova geração não espera, consome um número de informação que ultrapassa a capacidade dos adultos, contudo, não se aprofunda nos conteúdos, o que dificulta o aprendizado do conteúdo formal das escolas. Dentro desse contexto, as famílias e novos professores sentem a dificuldade de se adaptar a essa nova realidade da aprendizagem, para tentar compreender os cérebros que nasceram na Era Digital o Salesiano Recife promoveu uma edição especial da Escola de Pais com palestra da psicopedagoga clínica e pesquisadora e professora da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, Isabel Parolin, no Teatro Boa Vista, e presença dos pais e dos alunos de Licenciatura em Educação Física da Faculdade Salesiana.
Durante as palavras da professora, os pais que estiveram na plateia se mostraram curiosos ao reconhecer os próprios filhos nos perfis relatados. De acordo com Isabel, as novas gerações dominam as tecnologias, mas apresentam dificuldades em entenderem lógicas complexas, principalmente nas esferas sociais. E essa falta afeta o reconhecimento amplo do pensamento complexo humano, onde se percebe que os outros também são vários mundos que devem ser respeitados e compreendidos. 
A professora usa da compreensão da falta supracitada para deixar claro aos pais e futuros professores, que os problemas da nova geração (bullying, cyberbullying, superexposição nas redes sociais etc) não são culpa das novas tecnologias, pois essas funcionam apenas como um amplificador do que o cérebro humano pensa e não reflete, pois elas são apenas ferramentas. Ou seja, os efeitos das novas tecnologias são determinados pelo uso que o usuário faz delas. Logo, para que seja feito o bom uso, é necessário que o jovem tenha o discernimento do certo e do errado dentro do próprio contexto social e noção de humanidade, sabendo que outras pessoas (outros vidas) serão afetadas pelo conteúdo que ele dissemina (com toda amplificação permitida pelas novas tecnologias).

Guiando a palestra para o lado educacional, Isabel Parolin, enfatiza que os país e responsáveis  devem educar os jovens para algo que vai além das possibilidades da escola. Aprender limites, reconhecer valores humanos, perceber momentos alheios e respeitá-los fazem parte da educação que é construída em família. A forma como o jovem recebe essa educação determina o uso que ele fará das tecnologias, seja ela para relacionamentos sociais, pesquisas ou aprendizado.

Por: Elton Assis

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Natal // Alunos desenvolvem games educativos em proposta interdisciplinar


Criar, jogar e aprender. É assim que os alunos dos 8ºs anos do Salesiano São José estão estudando a disciplina de ciências. Estimulados pelo tema da campanha da fraternidade deste ano – tráfico humano – os estudantes estão desenvolvendo games educativos que abordam essa temática a partir da linguagem de programação do Game Maker.

A proposta surgiu com a adoção para estudo do livro “Viver Perigosamente” (Editora Microkids Tecnologia) que tem dentre seus objetivos mobilizar a comunidade escolar através da construção de games sobre assuntos problemáticos da sociedade como drogas e bullying, por exemplo. “O game está no dia a dia dos nossos alunos. E porque não, eles criarem seus próprios games? Lançamos esse desafio, pois vimos nesta proposta uma ferramenta útil para fugir da monotonia da sala de aula, além de utilizar o lúdico para a perspectiva educativa. Empregamos a linguagem de programação como facilitadora do processo de ensino-aprendizagem, desenvolvendo a construção do jogo em si, destacando sua relevância científica e social”, pontua o professor Emerson de Oliveira, um dos orientadores deste projeto.

Para criar os games educativos, os estudantes precisam inicialmente estudar sobre a temática que será trabalhada, consequentemente expandindo seu aprendizado.  “Sabemos que as crianças são muito atraídas pela tecnologia e pelos jogos, e ter a oportunidade de desenvolver a disciplina com essa ferramenta dentro da escola é muito produtivo”, explica Neide Medeiros, coordenadora do laboratório de informática.

Animados com o projeto, cinco duplas de alunos do São José foram além e estão participando nacionalmente do Concurso de Criação de Games, da Microkids, que premiará educando, orientador e escola que desenvolverem o melhor game dentro das especificações solicitadas. O resultado final será divulgado dia nove de outubro.

Com uma proposta educacional do uso do jogo, os alunos conseguem desenvolver capacidades úteis para a sua vida em sociedade, bem como planejar ações antecipadamente, selecionar informações de acordo com os critérios estabelecidos, tomar decisões, organizar, relacionar e interpretar dados dispostos de diferentes formas e linguagens, desenvolver o raciocínio baseado em hipóteses e deduções, enfrentar situações problemas e socializar as decisões.

“O aprendizado deve ter como foco uma perspectiva cidadã no intuito de construir um mundo mais justo e igualitário, pois os jovens de hoje serão o futuro do nosso país. Eles precisam aprender esses conteúdos sociais para encarar e buscar soluções em situações desafiadoras impostas pelo nosso cotidiano”, finaliza o professor Emerson de Oliveira.


O Salesiano São José antecipa-se ao utilizar a criação de games no dia a dia escolar, já que isso faz parte do ensino da linguagem de códigos, que tem sido destaque em todo o mundo. A metodologia facilita o processo educacional da geração digital que chega às salas de aula. Estudos comprovam os avanços no raciocínio lógico de estudantes que têm acesso a linguagem de programação.

Natal // Encontro reúne ex-alunos do Colégio Salesiano em Natal


Imagina, depois de décadas, voltar ao colégio onde você iniciou ou concluiu seus estudos e reencontrar professores, amigos e funcionários que marcaram uma época da sua vida?

Quem participou do Encontro dos Ex-Alunos, no dia 20 de setembro, sabe bem qual é essa sensação. “É uma oportunidade de reviver tantos momentos que significaram muito para mim. Eu olho para cada lugar e me vejo há alguns anos nos ambientes da escola. Hoje, o Salesiano representa minha segunda família, que eu tenho muito orgulho de fazer parte”, conta Ana Glória Leite, ex-aluna do Salesiano São José e colaboradora do Salesiano Dom Bosco.

Uma mistura de alegria e saudade deu o tom ao evento. As portas do Salesiano São José se abriram em um dia especial para receber pessoas de diferentes gerações que fizeram parte da história do colégio. O ex-aluno Felipe Vieira não visitava o Salesiano desde 2004, ano em que concluiu o ensino médio. Em comemoração aos 10 anos de Pré, ele reuniu os amigos e marcou presença no evento. “O encontro é uma forma de resgatar os vínculos que você formou em toda a sua vida escolar”, disse Felipe. “O salesiano representa para mim uma formação ética que me possibilita ter um padrão de vida que eu entendo como satisfatório. Foi a base de tudo”, complementa.

A programação do encontro começou às 9h, com uma celebração eucarística presidida por Padre Thiago Nunes, coordenador de pastoral do Salesiano São José. O momento de oração, tradicional nas casas salesianas, foi marcado pela emoção e confraternização dos ex-alunos. No final da Missa, o Professor Mário Sérgio, coordenador geral da instituição há mais de 30 anos, foi o responsável por acolher os participantes.

Arioston França, ex-aluno do pré 1968, conta que fazia 46 anos que não entrava na escola. Emocionado, relata o quanto o Salesiano mudou desde a sua época escolar. “Nada disso aqui existia, era apenas a igreja e o prédio antigo”, conta.

Após a missa, a programação continuou com atividades de lazer e música. A festa começou com a apresentação da Orquestrinha São João Bosco, seguida dos shows de Robson Sêmog, Pagode 3 Caras e Rildo Lima e Banda. O encontro também contou com sorteio de brindes e brincadeiras. O organizador do evento e ex-colaborador do Salesiano São José, Paulo Eduardo “Paulocha”, conta que o objetivo do encontro é procurar fazer com que as pessoas voltem ao convívio da escola. “O intuito maior é rever as turmas, os grupos, de pessoas que começaram a trajetória no Salesiano e hoje são profissionais conceituados. Reunir pessoas que fizeram parte da história do colégio, que deram sua contribuição como aluno assim como eu dei como professor”, explica.


Para quem participou do evento, ficou a certeza de que valeu a pena reviver uma das melhores épocas da vida de cada um. Que venha o próximo encontro!

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

ARACAJU SEDIA I ENCONTRO DAS ASSISTENTES SOCIAIS DAS ESCOLAS FILANTRÓPICAS DA INSPETORIA

De 04 a 06 de setembro aconteceu o I Encontro de Assistentes Sociais no Colégio Salesiano Nossa Senhora Auxiliadora, em Aracaju e reuniu as profissionais dos colégios filantrópicos de Recife, Salvador e Aracaju. O encontro foi realizado com objetivo de socializar a prática educativa das Assistentes Sociais nos colégios afins, refletir e formalizar de uma metodologia uniforme para o processo de concessão e manutenção de bolsas, além de pontuar a importância de um trabalho interdisciplinar e multidisciplinar, levando em onsideração as competências e os saberes específicos e que dão respaldo e sustentação à intervenção do profissional de serviço social no campo da educação escolar.

Aislan Nascimento

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Nordeste Hoje 26

18 de setembro de 2014
Acesse link externo


PARNAMIRIM // Alunos da 1ª série observam micro-organismos em laboratório

A aula prática no laboratório promove mais do que a visualização dos conceitos discutidos em sala de aula. Ela estimula a curiosidade, a experimentação, proporciona descobertas e aproxima a ciência do universo do aluno. Para aprofundar o conteúdo ministrado em sala, os alunos da 1ª série do ensino médio tiveram uma série de aulas práticas de biologia. Sob a orientação da professora Andréa Lima, eles observaram a estrutura de protozoários, bactérias e fungos por meio do microscópio.

A aula sobre bactérias incluiu a observação da contaminação em um meio de cultura caseiro, feito com gelatina sem sabor e caldo de uso culinário. Os alunos tiveram a oportunidade de comparar o meio de cultura antes e depois da contaminação. Depois, foi observada uma amostra de água retirada de um poço de petróleo. Na ocasião, os alunos puderam visualizar a estrutura de diversos micro-organismos, como algas e protozoários que são encontrados comumente neste meio.

Dando continuidade às aulas, as turmas também visualizaram a estrutura dos fungos multi e unicelulares, utilizando amostras de fermento biológico e pão mofado.  Elas observaram o processo de fermentação e a diferença entre os dois tipos de micro-organismos.

Para a professora Andrea Lima, as aulas práticas no laboratório são importantes para fazer com que o aluno consiga compreender melhor o conteúdo. “Quando trabalhado apenas em sala de aula, o conhecimento se torna muito abstrato, pois é visto apenas através de fotos. Quando eles vêm para o laboratório, realmente acreditam no que está sendo dito”, explica.


SALVADOR: Salesiano Dom Bosco inaugura trilha ecológica

O Salesiano Dom Bosco (Paralela) inaugurou, no dia 12 setembro, a Trilha Ecológica “Dom Bosco” em uma área de Mata Atlântica existente dentro do colégio. O equipamento será utilizado para realização de aulas práticas de educação ambiental ministrada interdisciplinarmente na educação infantil e nos ensinos Fundamental e Médio. A cerimônia de abertura contou com as presenças do diretor geral do colégio, Padre Eliano Queiroz, do representante do secretaria de Cidade Sustentável da Prefeitura Municipal de Salvador, Guarda Municipal, além de: alunos, professores e funcionários, ecólogos e apreciadores ambientais.

Trilha Ecológica “Dom Bosco”. O local foi aberto no meio de uma área de 2 mil metros quadrados de área verde preservada e sinalizada com placas com informações sobre as espécies vegetais e animais da Mata Atlântica, sendo a locomoção pela mesma facilitada por escadas e pontes de madeira e cordas de apoio. Alí, será objeto de estudo dos estudantes da escola orientados por uma equipe multidisciplinar de professores, especialmente, nas aulas de educação ambiental.
O espaço conta com quatro estações, sendo uma geográfica e outra biológica, e mais uma central e outra de gerenciamento. A trilha é um verdadeiro “laboratório” na natureza para constatação de temas abordados na “Sala Verde”. Disponibilização de mudas de plantas, compostagem e trabalho de identificação de espécies vegetais e animais, além da instalação de um pluviômetro destinado para a verificação do controle do excesso de água da chuva no solo são alguns dos recursos e atividades disponíveis.

Educação Ambiental. O trabalho é desenvolvido no colégio com o compromisso de estimular a consciência crítica dos estudantes em prol do desenvolvimento sustentável. Essa iniciativa acontece durante todo ano letivo com atividades, como a compostagem, na qual os alunos aprendem na prática a produzir adubo orgânico a partir de cascas de frutas colhidas na área verde do colégio e descartes e restos de alimentos dos próprios. O ensino sobre materiais recicláveis tem a culminância na Semana do Meio Ambiente com a exposição de objetos (poltronas, luminárias, mesas confeccionadas pelos estudantes com apoio dos professores e da equipe de marcenaria, com a utilização da técnica papietagem (forro com papel)).

O coordenador do Departamento de Educação Ambiental (DAE), Milton Nascimento, destaca que a iniciativa do colégio une-se à ideia de um aprendizado pautado por uma consciência ambiental como exercício da cidadania. Dentro do projeto de educação ambiental e sustentabilidade do Salesiano Dom Bosco (Paralela), a Trilha Ecológica é mais uma etapa. Desde o ano de 2010, ações de educação e reestruturação são desenvolvidas com passos programados até o ano de 2016, quando a instituição pretende se tornar o primeiro colégio da Bahia a ter a Certificação Ambiental.

Por: Gigliola Sena

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Natal // Badminton garante resultados positivos


Nos dias 12 e 13 de setembro o colégio Salesiano São José marcou presença na V Copa Noilde Ramalho, válida como segunda etapa do Circuito Estadual de Badminton. Os atletas participantes conquistaram medalhas em todas as categorias disputadas, com destaque para o infantil que garantiu o troféu de campeão geral do masculino e feminino.

Confira os resultados:

Mirim Masculino
Categoria Simples
Guilherme Pinheiro - 2º lugar
João Arthur - 3º lugar

Mirim Feminino
Categoria Simples
Vivian Guedes - 3º Lugar
Categoria Duplas
Vivian Guedes e Isabelle Borja - 2º Lugar

Infantil Masculino
Categoria Simples
Guilherme Bertoldo - 2º Lugar
Categoria Duplas
Guilherme Bertoldo e Victor Sávio - 1º Lugar

Infantil Feminino
Categoria Simples
Anna Beatrice - 2º Lugar
Bruna Lopes - 3º Lugar
Ingrid Pereira - 3º Lugar
Categoria Duplas
Anna Beatrice e Vivian Guedes - 1º Lugar
Bruna Lopes e Ingrid Pereira - 3º Lugar

Juvenil
Categoria Duplas
João Lucas - 1º Lugar (Dupla Masculina)
Isadora Pinheiro - 3º Lugar (Dupla Feminina)
João Lucas e Isadora Pinheiro - 3º Lugar (Dupla Mista)



quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Encontro Inspetorial de Coordenadores de Pastoral e professores de Ensino Religioso


Nos dias 05 e 06 de setembro foi realizado, na Colônia Salesiana (Jaboatão/PE) o Encontro Inspetorial de Coordenadores de Pastoral e professores de Ensino Religioso das nossas escolas. O evento  teve como tema geral “Evangelizar e Educar: a nossa identidade carismática” e contou com 30 participantes das escolas de Juazeiro, Natal, Parnamirim, Carpina, Recife, Jaboatão, Aracaju e Salvador e foi organizado pela Comissão Inspetorial de Educação e coordenado pelo Pe. Nonato Feitosa.

Na manhã do dia 05, após um bonito momento oracional realizado na Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora e inspirado na chave bíblica “Dá-me dessa água, para que eu não tenha mais sede” (Jo. 4, 15), os participantes seguiram para o auditório da casa de encontros, onde o padre Diego Vanzetta trabalhou o tema "Os documentos da Igreja que fundamentam o Ensino Religioso e seus parâmetros curriculares", a partir de um rico subsídio preparado por ele mesmo contendo documentos e artigos, desde o Concílio Ecumênico Vaticano II: Declaração “Gravissimum Educationis” até a nova edição do Quandro de Referencia da Pastoral Juvenil da Congregação Salesiana (2014) e o “Instrumentum Laboris 2014 – Educar hoje e amanhã: uma paixão que se renova”, da  SCEC (Sagrada Congregação para a Educação Católica da Santa Sé).

Antes de dar início a leitura de alguns pontos enumerados nos documentos da coletânea,  P. Diego citou a passagem da exortação Evagelii Gaudium, do Papa Francisco “Chegamos a ser plenamente humanos, quando somos mais do que humanos” e que Cristo é o modelo supremo dos cristãos. Também foi reforçada a importância do ensino religioso em escolas católicas e que seus educadores realizam um verdadeiro apostolado. “O professor de religião não é só um professor” . Na ocasião, muitos dos educadores presentes fizeram intervenções pertinentes relacionadas à sua vivência diária na escola e na sociedade, levantando alguns questionamentos e desafios relacionados ao que se entende por identidade da escola católica e de que maneira esta deve se revelar, ao perigo do relativismo e à escolha na formação do profissional não apenas do ensino religioso, mas como também de outras disciplinas, para que a proposta pedagógica e pastoral da escola seja entendida por todos, dentre outros. 

Mais uma vez ficou clara a importância da pessoa do educador de ERE, que com qualificação profissional e especialmente sendo uma pessoa de fé,  é capaz de superar qualquer dificuldade proposta pelo material didático.

No mesmo dia, a partir do estudo em grupos do capítulo 3 do novo Quadro de Referência para Pastoral Juvenil Salesiana, cada grupo pensou em ações concretas para as escolas e foi realizado um momento de plenária. À noite, os talentos musicais e humorísticos foram partilhados numa alegre “Noite Cultural”.


No dia 06, após celebração Eucarística, seguiram as reflexões acerca da identidade carismática e apostólica salesiana e foi feita uma avaliação, que juntamente com outros elementos discutidos, servirá de base para construção de um itinerário Formativo para os educadores de Ensino Religioso da Inspetoria Salesiana do Nordeste.

Jakeline Lira 

PARNAMIRIM // Mostra de Profissões auxilia na escolha profissional

A escolha profissional é um momento que costuma desencadear uma sensação de angústia pela decisão, bem como trazer dúvidas e ansiedade. Permitir-se duvidar é importante para questionar-se. Neste contexto, o Colégio Salesiano Dom Bosco, através da Coordenação Pedagógica do ensino médio e do Serviço de Orientação Educacional, promoveu a Mostra das Profissões. O evento, realizado na última sexta-feira (5), teve como objetivo oportunizar aos alunos o esclarecimento de dúvidas e inquietações, proporcionando mais segurança na escolha profissional.
Além da palestra sobre Orientação Profissional intitulada “E aí, o que você vai ser agora que já cresceu?”, ministrada pela psicóloga Débora Sampaio,  os alunos foram apresentados às seguintes profissões: Medicina, Biomedicina, Direito, Psicologia, Engenharia Civil e Ciência e Tecnologia. O evento, que contou com a parceria da Universidade Potiguar, foi realizado no auditório da escola e contou com a participação de profissionais da área, como os coordenadores do curso de Engenharia Civil e Direito da Unp, professores do curso de Medicina e Psicologia da universidade e uma aluna do curso de Ciência e Tecnologia da UFRN.

Natal // Histórias em quadrinhos inspiram trabalho de ciências


Com histórias em quadrinhos e muita criatividade, os alunos do 7º ano D estudaram as doenças transmitidas pela água, durante as aulas da disciplina de ciências. O objetivo era facilitar o acesso às informações relativas a tais doenças e tornar o conhecimento mais acessível com aplicações do dia a dia.

O trabalho foi realizado em pequenos grupos, onde os alunos criaram histórias em quadrinhos sobre doenças como Toxoplasmose, Hepatite A, Febre Tifóide, Cólera, Giardíase, Leptospirose e Amebíase. Após pesquisas extraclasse e conteúdo orientado pelas professoras Raphaela e Zuleika, os alunos foram encaminhados ao laboratório de informática para a montagem das historinhas.


O resultado desse trabalho foram criativas tirinhas sobre doenças que afetam milhares de pessoas em todo o mundo. Uma forma de adquirir conhecimento de modo lúdico e envolvente.

Semana da Pátria em nossas obras

De 01 a 05 de setembro, muitas escolas e obras sociais comemoraram a "Semana da Pátria" como atividade pedagógica que valoriza o civismo e a diversidade cultural de nosso país.

Vejamos alguns relatos.

Aracaju

De 1 a 5 de setembro o Salesiano Aracaju realizou, junto aos seus alunos, uma série de atividades didáticas alusivas à Semana da Pátria.
Atendendo à especificidade de cada segmento, a equipe do SOE - Serviço de Orientação Educacional, formada pela psicóloga Tainara Andrade e a orientadora Roseane Couto conduziram, junto às Coordenações, um trabalho de formação que envolvia civismo, disciplina, patriotismo e respeito à diversidade do nosso país.
Durante a semana, os alunos da Educação Infantil desenvolveram atividades cujo foco foi o civismo.
Os alunos do Ensino Fundamental I e II, além da participação no Hasteamento da Bandeira, também participaram de atividades conduzidas pelo SOE, e puderam prestigiar a palestra ministrada pelo Tenente Lucas Fernandes, do 28º BC sobre Civismo e Símbolos Nacionais.
Fechando a semana, a Educação Infantil teve uma introdução ao civismo e cantaram o Hino Nacional, logo após fez um desfile pelas dependências da escola  puderam mostrar tudo o que aprenderam.



Salvador

Os estudantes do colégio Salesiano Dom Bosco (Paralela) comemoram na sexta-feira, dia 05, antecipadamente, o Dia da Independência do Brasil, que é celebrado em todo o país no dia 07 de setembro. Os alunos da educação infantil e os estudantes do 1º ao 5º anos do ensino fundamental 1 fizeram um desfile, às 10h30mim, no pátio interno, vestidos com indumentárias de papel com as cores da bandeira nacional. Os alunos do 2º ao 5º anos do entoaram, ainda, canções de amor à pátria com acompanhamento musical, ostentando cartazes com dizeres positivos sobre o futuro do Brasil.

Já os estudantes do Colégio Salesiano do Salvador (Nazaré) foram convidados a colocarem a mão no peito para entoar o hino nacional. É uma forma cívica de homenagem a independência do Brasil durante o hasteamento da bandeira nacional, sempre às 08h em uma das quadras da escola. Durante toda semana (1º a 05 de setembro), cada turma teve um dia de honrar a os símbolos pátrios. Na ocasião, as crianças de 2 anos até 10 anos, também, usaram ornamentos verde e amarelo, como chapéus e distintivos, como uma forma de incentivo em honrar nossa pátria.
Gilgiola Sena

Carpina


Iniciamos a primeira semana de setembro  na Ação Paroquial de Assistencia (Unidade de Assistência Social Salesiana) com bastante entusiasmo e muita alegria, pois além de ser o mês da bíblia, celebramos também a semana da Pátria. Durante toda a semana nos nossos bons dias e boas tardes partilhamos sobre um tema específic, dentro daquilo que a semana nos proporcionava como: Temas da Bíblia, o Brasil, Pernambuco e a própria cidade na qual habitamos, Carpina, que completará  86 anos de emancipação política no próximo dia 11/09. Foi uma semana de muito aprendizado religioso e civil. Na sexta-feira, dia 05,  realizamos a “gincana da Pátria”, onde nossos educandos colocaram em prática tudo aquilo que aprenderam e vivenciaram durante toda a semana. 
Cezar Santana